Cotação
Dólar
Euro
31/12 20:00
Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Cuiabá (MT), 23 de outubro de 2017 - 09:09

POLÍCIA CIVIL

09/10/2017 13:33

Confraternização entre policiais é ponto alto nos Jogos Internos da Polícia Civil

PJC-MT

Nem mesmo o calor forte de Cuiabá desanimou os policiais civis, durante o encerramento da 7ª edição dos Jogos Internos da Polícia Judiciária Civil, na tarde de sexta-feira (06.10). A última modalidade, a natação, animou o competidores na piscina da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB).Houve também a confraternização entre os servidores de unidades da capital e do interior, que ao longo da semana participaram das atividades esportivas.

Na natação, as equipes disputaram nas categorias: feminino, masculino e misto, em nado crawl e nado costas, a distâncias de 25 metros, 50 metros e revezamento. As delegacias primeiras colocadas na natação foram: Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), Diretoria de Execução Estratégica (DEE), Delegacia de Delitos de Transito (Deletran), Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Cuiabá.

Na classificação final de todas as modalidades os cinco primeiros colocados foram: 1º DERF Cuiabá, com 445 pontos; 2º DERRFVA com 440 pontos; 3º DEE (430 pontos); 5º Regional de Várzea Grande (410 pontos) e 5º Tangará da Serra (345 pontos).

A sétima edição dos Jogos Internos contou com mais de 2 mil policiais civis inscritos, que durante uma semana participaram do evento esportivo, competindo em equipe e individual, as modalidades de futsal, futebol society, voleibol (de areia e quadra), natação, tiro, atletismo, ciclismo, tênis de mesa, xadrez, bozó e truco.

Participando pela segunda vez nos Jogos Internos, a investigadora de polícia lotada na Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), Herika Kuramoto, falou da satisfação em concorrer e representar sua delegacia, nas atividades voltadas ao esporte e lazer.

“Considero os jogos bem interessante, uma vez que temos a oportunidade de conhecermos servidores de outras delegacias, interagir e rever os colegas de trabalhos, os quais muitos estão no interior do estado. Além de ser um evento focado no esporte e, de suma importância para nos policiais”, contou a investigadora Herika Kuramoto.

A policial civil da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, Vilma da Rocha Valentins, que participou de três modalidades nesse ano, os jogos estão bem organizados e os locais de fáceis acessos. “Percebo que de um ano para o outro, sempre melhora alguma coisa”, parabenizou Vilma Valentins.

O investigador de polícia, Eduardo Martins Souza, da Delegacia Regional de Tangara da Serra, falou da alegria e honra em participar pela terceira vez dos jogos.

“Percebi que esse ano aumentou o número de atletas, sendo muitos servidores lotados no interior, que estão se esforçando para se fazer presentes, como nossa equipe que praticamente percorre 240 quilômetros, diariamente, para chegar aqui, uma vez que estamos indo e voltando no mesmo dia, e retornando com medalhas”, destacou Eduardo Souza.

Para o coordenador e organizador dos Jogos Internos da Polícia Judiciária Civil, investigador e professor, Claudinei Farina, o evento superou as expectativas mesmo acreditando que o número de servidores poderia ser bem maior. “Todos os atletas que participaram demonstraram vontade, raça, espírito de união, que é o principal. Saíram do stress laboral, se divertiram, confraternizaram, reencontraram amigos e, isso é o mais importante e o grande objetivo”, disse.

Para finalizar, Claudinei destacou a necessidade do evento se repetir todos os anos. A organização dos jogos começam cerca de 4 meses antes, com contado com ajuda de patrocínio, colaboradores e parceiros que são fundamentais para se fazer um bom evento.

“Nos próximos anos é preciso apoio de outros servidores, com possibilidade de se montar uma comissão organizadora, para que unidos possamos conseguir abrilhantar ainda mais os jogos da nossa instituição”, ressaltou Farina.

Na segunda-feira, 09 de outubro, as equipes vencedoras dos cinco primeiros lugares recebem troféus, às 15 horas, na Diretoria Geral da PJC.


Copyright Rede Brasil Policial. Todos os direitos reservados.

O Brasil Policial, se trata de um Projeto de Comunicação produzido pela “Rede SBCW e SBC Brasília, Projeto panteado junto ao INPI e Cartório de Registros e Documentos para jornalistas e empresários. É expressamente proibida a sua reprodução do Conteúdo e Plagiar o Projeto desta Rede de Notícias Online no Território Nacional, sujeito às penalidades previstas pelo CPB por roubo violação de Propriedade Intelectual.

O site Brasil Policial Noticias e o Jornal impresso "Brasil Integração" - Policial, são dois órgãos de Comunicação em regime cooperativistas, são instituições privadas independentes, de acordo com o artigo V Inciso XVIII da Carta Magna e de com o Artigo V da Lei Federal 5.764 de 16 Dezembro de 1971.

Todos os conteúdos veiculados e veinculando nesta franqueada "Brasil - Policial", são de inteira e legítima responsabilidades dos seus autores, proprietários identificado (s) no referido Expediente da mesma.

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo