Cotação
Dólar 3,2013
Euro 3,9168
19/01 15:55
Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Cuiabá (MT), 21 de janeiro de 2018 - 14:14

POLÍCIA CIVIL

12/12/2017 14:12

Polícia Civil cumpre 82 ordens judiciais contra traficantes em Cuiabá

A Polícia Judiciária Civil cumpre 82 de ordens judiciais contra o tráfico doméstico de drogas (bocas de fumo), em bairros de Cuiabá e Várzea Grande, na operação denominada “Babilônia”, deflagrada na manhã desta terça-feira (12.12) pela Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE). O grupo comandava mais de 50 bocas de fumo em três bairros de Cuiabá: Pedra 90, Tijucal e Osmar Cabral.

São 24 mandados de prisão preventiva e 58 de buscas e apreensão domiciliar expedidos pela Justiça contra membros de uma associação criminosa que movimenta o comércio de drogas em bairros periféricos da capital. Do total de mandados, 90% estão direcionados a pontos de distribuição de entorpecentes de Cuiabá. Os demais são para algumas localidades de Várzea Grande.

Todas as ordens judiciais foram cumpridas, totalizando 27 presos, sendo 24 com mandado de prisão e três presos em flagrante com drogas encontradas em suas residências.

A investigação foi iniciada há 7 meses com denúncias apuradas pela Núcleo de Inteligência da Delegacia de Entorpecentes, que evoluíram para apreensões de drogas, prisões de traficantes e detenções de usuários, originando 15 procedimentos (inquéritos e termos circunstanciados de ocorrências) na Delegacia.

Conforme o delegado Rodrigo Azem, o trabalho investigativo e operacional identificou a existência de membros que desempenham funções específicas, sinalizando que são parte de uma ramificação que atua fortemente no mundo do crime. O comércio de drogas objetiva angariar lucros, meio de vida para sobrevivência de traficantes, que com a venda de drogas fomentam diversos crimes como roubos, furtos e homicídios.

Um dos líderes da associação criminosa, Ronaldo Nonato, que atua no bairro Pedra 90, tem enorme poder de influência sobre os demais traficantes, considerados menores. Ele integra uma facção criminosa que atua de dentro de presídios, sendo responsável pelo cadastramento das biqueiras, também conhecidas como bocas de fumo no bairro.

De acordo com a investigação, o traficante cobra contribuição mensal para manutenção da atividade dessas bocas de fumo. O dinheiro é repassado à facção criminosa. Em sua casa, os policiais encontraram listas com cadastro de bocas de fumo e mais de R$ 5 mil, proveniente do comércio de drogas.

Em outro ponto, no bairro Tijucal, os policiais apreenderam tabletes de maconha. Ainda na operação foram encontrados também tabletes de pasta base, balança de precisão e até uma arma de fogo.

Para a operação foram empregados 260 policiais civis divididos em equipes com delegados, investigadores e escrivães, lotadas em unidades das Regionais de Cuiabá e Várzea Grande, e também delegacias da Diretoria de Atividades Especiais. (Assessoria | PJC-MT)


Copyright Rede Brasil Policial. Todos os direitos reservados.

O Brasil Policial, se trata de um Projeto de Comunicação produzido pela “Rede SBCW"  Agência Digital e Desenvolvimento Web, Projeto panteado junto ao INPI e Cartório de Registros e Documentos. É expressamente proibida a sua reprodução do Conteúdo e Plagiar o Projeto desta Rede de Portais da mentora no Território Nacional, sujeito às penalidades previstas pelo CPB por roubo violação de Propriedade Intelectual.

O site Brasil Policial Noticias e o Jornal impresso "Brasil Integração" - Policial, são dois órgãos de Comunicação em regime cooperativistas, são instituições privadas independentes, de acordo com o artigo V Inciso XVIII da Carta Magna e de com o Artigo V da Lei Federal 5.764 de 16 Dezembro de 1971.

Todos os conteúdos veiculados e veinculando nesta franqueada "Brasil - Policial", são de inteira e legítima responsabilidades dos seus autores, proprietários identificado (s) no referido Expediente da mesma.

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo